Ecologia

« Voltar

Objetivos

1.  Conhecer os fundamentos teóricos e conceptuais da Ecologia, com base nos níveis de organização do mundo vivo;

2. Contribuir para o incremento do nível de cultura científica e o gosto pelo trabalho de investigação em equipa;

3. Incentivar a utilização de textos científicos publicados recentemente;

4. Promover a capacidade de seleção de informação pertinente para a formulação de hipóteses e a utilização de metodologias científicas para a resolução de novos problemas;

5. Melhorar a capacidade de leitura de textos científicos, incluindo na língua inglesa, e com isto promover o conhecimento da terminologia científica nas referidas línguas;

6. Incentivar o interesse por novas problemáticas científicas;

7. Adquirir competências no domínio das metodologias científicas da Ecologia;

8. Autonomizar o estudante no seu processo de ensino-aprendizagem;

9. Promover a utilização de tecnologias da informação e da comunicação (TIC) bem como de recursos multimédia disponíveis.

Programa

1. Ecologia e o seu objeto: origem, subdivisões e relação com os outros domínios da ciência.

2. Os fatores ecológicos. Conceito. Lei do Mínimo e de Tolerância. Limite de tolerância e zona ótima. Princípios relativos à lei da tolerância. Classificação dos fatores ecológicos. Conceito de fitness.

3. O ecossistema como base funcional do ambiente. Conceito de habitat, nicho ecológico, população, biótopo e comunidade biótica.

3.1. A demografia e a dinâmica das populações. Características das populações, tabelas de vidas e regulação das populações. Distribuição espacial.

3.2. Estrutura e organização das comunidades: métodos de quantificação: riqueza específica, abundância, dominância, uniformidade, diversidade (α, β). Relações intra e inter-específicas, benéficas e antagónicas.

4. Circulação de energia e matéria nos ecossistemas. Conceito de cadeia alimentar, nível trófico e teia alimentar. Velocidade de conversão e armazenamento de energia. Pirâmides ecológicas.

Métodos de ensino

A componente teórica é expositiva. A prática inclui o i) Seminário e ii) Projeto. O Seminário consiste na apresentação, discussão e defesa, em grupo, de artigos científicos. O Projeto consiste na planificação e na elaboração de um protocolo experimental exequível. O projeto deverá integrar-se no âmbito dos conteúdos da teórica. Os alunos têm que participar em 75% das atividades práticas: planificação, apresentação e defesa do projeto e do seminário.

Bibliografia

krebs, C.J., 1994. Ecology: the experimental analysis of distribution and abundance.

Krebs, C.J., 1999. Ecological methodology. Harper Collins Publishers.

Magurran, A. E., 2004. Measuring Biological Diversity. Blackwell Publishing.

Odum, E.P., 2008. Fundamentos de Ecologia. 7ª Edição. Fundação Calouste Gulbenkian.

Pité, M. T. & T. Avelar, 1996. Ecologia das populações e das comunidades: Uma abordagem evolutiva do estudo da biodiversidade. Fundação Calouste Gulbenkian.

Ricklefs, R. E., 1990. Ecology. 3ª ed. W. H. Freeman and Company, New York.

Sacarrão G. F., 1991. Ecologia e Biologia do Ambiente. Vol. 1, A vida e o ambiente. Publicações Europa América.

Sutherland W.J., 2004. Ecological census techniques: an handbook. Cambridge University Press.

http://www.journalofanimalecology.org/view/0/index.html

http://www.springer.com/life+sciences/evolutionary+%26+developmental+biology/journal/10682

http://www.esajournals.org/loi/ecol

http://www.springer.com/life+sciences/ecology/journal/442

Código

0101549

ECTS

6

Aulas

  • Práticas e Laboratórios - 45 horas
  • Teóricas - 30 horas

Método de Avaliação

  • Componente prática: 34%
  • Componente teórica : 66%