Modelos de Intervenção Psicológica em Famílias e em Redes

« Voltar

Objetivos

– Mobilizar saberes no domínio específico da disciplina de Modelos de Intervenção Psicológica em Famílias e Redes, com base no modelo sistémico.

- Mobilizar conhecimentos das diferentes escolas de Terapia Familiar, de modo a compreender as diferenças e as sínteses possíveis.

– Cooperar com os outros em projetos de investigação, a partir dos conhecimentos adquiridos ao longo da disciplina, de modo a identificar questões de investigação, recolher dados, interpretar resultados, inferir conclusões e dinamizar a discussão sobre os temas investigados.

– Construir o seu portfólio de reflexões e materiais sobre terapia sistémica, expor os critérios de seleção dos materiais e fundamentar criticamente as suas análises.

– Mobilizar os conhecimentos adquiridos na disciplina, com vista a refletir criticamente sobre o papel do terapeuta e coterapeuta na intervenção clínica sistémica.

Programa

Informação disponível em breve.

Métodos de ensino

A metodologia privilegia a resolução de problemas e a discussão critica, através de um espaço de aprendizagem que questiona o estudante no seu processo de construção do conhecimento. Assim, os estudantes são implicados em propostas de reflexão temática que assumem várias formas, como a análise e discussão de textos, a discussão de casos práticos e a construção de genogramas. São, ainda, envolvidos em estudos exploratórios sobre famílias e sobre redes. Os resultados são apresentados em espaço de sala de aula, permitindo o debate entre os estudantes e a aquisição de competências de análise e de reflexão, com vista à construção de conhecimentos com significado, a partir de uma atitude reflexiva.

Bibliografia

Informação disponível em breve.

Código

0105008

ECTS

6

Aulas

  • Teóricas - 30 horas
  • Teórico-Práticas - 30 horas

Método de Avaliação

  • Estudo de uma família (tarefa individual): 40%
  • Recensão crítica de um artigo ou capítulo de livro: 20%
  • Trabalho de investigação: 40%